top of page
  • Foto do escritorAfonso Nilson

Retratos Queimados/Tarimba

Texto teatral para duas atrizes. Comédia dramática.


Sinopse:

Tarimba, ou Retratos Queimados, é uma comédia dramática para duas atrizes. No enredo, uma rica senhora, em franca decadência física e emocional, espera ir ao lançamento do livro de um antigo amante. Odete, a humilde e semi-analfabeta faxineira, no afã de tentar auxiliar a mulher nos preparativos para o evento, se vê coagida e insultada pela patroa, que incapaz de aceitar a degeneração da idade e os erros do passado, vive toda plenitude de seu ressentimento.


Registro da leitura dramática realizada pela Téspis Cia de Teatro, no palco da Itajaí Criativa Residência Artística, em 2018. Em cena as atrizes Denise da Luz (a Patroa, com vestido branco) e Sabrina Francez (Odete, a empregada). Fotos de acervo da Téspis Cia de Teatro.



O embate desigual entre essas mulheres, a discrepância intelectual e emotiva do conflito entre as duas, ocasiona situações dramaticamente cômicas. O assédio desmesurado e escancarado sofrido pela empregada, constrasta com sua terna compreensão dos sofrimentos da Patroa. Mas essa compreensão e passividade não serão eternas.

A relação doentia com o passado é o mote para os solilóquios comicamente amargurados da Patroa. Em seu quarto, ela tenta encontrar algo que a estimule a reerguer-se, a encarar seu antigo amante com dignidade e confiança, sem, contudo, demonstrar o longevo e violento rancor guardado desde o dia em que se separaram.

A ambientação sugerida, com nuances expressionistas, indica uma montanha de cacos de vidro de porta-retratos estilhaçados no fundo do quarto, remetendo de maneira sugestiva aos conflitos internos da Patroa, com suas lembranças amontoadas em fragmentos de pequenos ódios, ressentimentos e uma mal disfarçada amargura com as escolhas feitas na vida, escolhas que a fizeram emocionalmente em pedaços



 

Leituras Dramáticas


O texto teve duas leituras dramáticas. A primeira, em dezembro de 2010, sob direção de Clóvis Massa e atuação de Margarida Leoni Peixoto e Larissa Tavares, dentro da programação do Ciclo de Leituras do Teatro do Absurdo, evento realizado pela Cia Teatro ao Quadrado, no Teatro de Arena, em Porto Alegre/RS.


Divulgação da leitura dramática promovida pela Cia Teatro ao Quadrado em dezembro de 2010, em Porto Alegre/RS.




Em 2018, a Téspis Cia de Teatro, de Itajaí/SC, realizou a leitura dramática do texto com direção de Max Reinert e atuação de Denise da Luz e Sabrina Francez, na programação do teatro Itajaí Criativa Residência Artística. .


Atualmente o texto está em processo de montagem, como título Retratos Queimados. A direção é de Fábio Medeiros, com atuação de Marli e Eduarda Roth.



 


O texto original foi publicado em 2014 em versão digital pela editora E-Galáxia, e está disponível no seguinte link: Tarimba.





Posts recentes

Ver tudo
bottom of page