Painéis do Festival Palco Giratório em Floripa


A seguir, a programação completa dos Painéis e Pensamento Giratório no Festival Palco Giratório 2018 em Florianópolis.





02/08 – Quinta - 14h


Pensamento Giratório: Memória, Arte, Permanência - 15 anos de Festival Palco Giratório em Santa Catarina


Local: Auditório do Bloco Amarelo do Centro de Artes/Udesc


Convidados: Denise Bendiner (Artista e produtora), Marcos Henrique Rego (Diretor de Cultura do Departamento Nacional do Sesc), Maria Teresa Piccoli (Gerente de Cultura do Sesc-SC), Camila Ascherman e Rhaisa Muniz (Técnicas de Cultura do Sesc Prainha).


Sinopse: O Festival Palco Giratório comemora 15 anos de atividades em Florianópolis-SC,

trazendo ações formativas e espetáculos de teatro, circo e dança de todas as regiões do país. A mesa de conversa busca rememorar esse tempo de permanência estética e política, ao refletir sobre os desafios de programação, gestão e produção deste projeto. Estarão presentes artistas e gestores que fazem parte da construção do Palco Giratório nas esferas nacional, estadual e local.





03/08 – Sexta – 14h


Pensamento Giratório da Cia Teatral Turma do Biribinha (de Alagoas): Desafios e aventuras da tradição do circo-teatro de lona no Brasi


Local: Sala Laboratório 1 - Departamento de Artes Cênicas do Centro de Artes/Udesc


Convidados: Pepe Nunez (SC) e mediação da Profa. Daiane Dordete (Udesc)

Sinopse: O Pensamento Giratório traz o homenageado deste ano, Téofanes Silveira - o

“Palhaço Biriba de Alagoas” como é conhecido, para fazer uma viagem pelos desafios e

aventuras do circo-teatro de lona de Brasil e seus mestres. Uma oportunidade única para

conhecer mais esta tradição milenar e o cotidiano do artista que vive da lona. Pepe

compartilha um pouco dos desafios de manter esse costume em Santa Catarina.

*Será distribuído o livro “O baú do Biriba”, de Glaucia Grigolo e Renato Turnes, com

dramaturgias do Teatro do Biriba de Santa Catarina.


Pepe Nuñez

Pepe Nuñez é um acontecimento no universo da cena cômica pela experiência que o artista adquiriu ao longo de sua carreira. Reconhecido internacionalmente, já dirigiu vários espetáculos de sucesso como “De Malas Prontas”, da Companhia Pé de Vento Teatro de Florianópolis, onde mora desde 2000. E, “Roda Saia, Gira Vida”, de 1994, do grupo carioca Teatro do Anônimo. Em 1998, montou o seu próprio espetáculo “Bom Apetite”, em que se apresenta até hoje com muito sucesso. Natural de Espanha, Pepe Nuñez iniciou a carreira em 1985 e a partir de 1992 passou a pesquisar a linguagem "clown", passando pela Argentina, Estados Unidos, Inglaterra, Brasil e Canadá. Participou da Comissão

de Seleção do edital Prêmio ProCultura de Estímulo ao Circo, Dança e Teatro de 2010 e do Prêmio Funarte Artes na Rua (Circo, Dança e Teatro) 2010.



Daiane Dordete Steckert Jacobs

Professora do Departamento de Artes Cênicas da Udesc na área de voz/interpretação. Professora do Programa de Pós-graduação em Teatro da UDESC. Doutora e Mestre em Teatro pela UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina. Bacharela em Artes Cênicas com habilitação em Interpretação Teatral pela FAP - Faculdade de Artes do Paraná. É atriz, diretora, dramaturga, contadora de histórias e poeta. Pesquisa nas áreas de voz, atuação, performance, teatro performativo, teatro narrativo e gênero. Diretora de Extensão, Cultura e Comunidade do Centro de Artes da UDESC.




08/08 – Quarta – 14h